Terça-Feira, 23 de Maio, 2024 Acesse nosso Instagram
10-10-2023

Cana-de-açúcar: Maturador fomenta qualidade da matéria-prima e mais ATR

Tecnologia favorece gestão da colheita e auxilia na mitigação de impactos das mudanças climáticas no canavial, ressalta a fabricante

No momento em que a safra 2023 de cana-de-açúcar se encaminha para os últimos meses, com registro de crescimento de 5,35% em setembro frente ao mesmo período do ano passado – processamento de 41,76 milhões de toneladas, contra 39,64 milhões de toneladas, além de moagem próxima a 450 milhões de toneladas -, a Sipcam Nichino Brasil difunde atributos de seu maturador de marca Sprint® 50 WG. A tecnologia, recentemente, foi alvo de estudos empreendidos nos estados de Goiás e SP.

De acordo com a área técnica da companhia, a solução Sprint® 50 WG superou tratamentos-padrão relevantes, em análises realizadas em períodos de 28 dias, 36 dias e 42 dias depois da aplicação da tecnologia. No primeiro período, por exemplo, Sprint® 50 WG gerou indicador de 11,5 kg de ATR (açúcar total recuperado) frente a 6,5 kg e 5,1 kg de outros dois tratamentos.

Segundo informou a empresa em nota, a utilização do maturador conforme as recomendações técnicas do fabricante acelera a maturação natural da cana-de-açúcar. “A tecnologia constitui recurso de ponta para potencializar acúmulo de sacarose, ampliar a janela de colheita e melhorar o gerenciamento da colheita da matéria-prima.”

Ainda segundo a Sipcam Nichino, a composição de Sprint® 50 WG revelou nos testes a campo ser uma alternativa estratégica do produtor de cana em virtude dos impactos negativos das mudanças climáticas sobre canaviais, bem como do aumento da área cultivada e também do aumento da distância entre as lavouras e a indústria.

Mais dados

Outros indicadores respaldam os benefícios entregues pela tecnologia de Sprint® 50 WG aos canaviais, de acordo com a fabricante. Em áreas de Goiás, ressalta a empresa, o regulador de crescimento, observado nos períodos de 28 dias e 35 dias após aplicado, trouxe acréscimos de 26,4 kg e 33,2 kg de ATR, respectivamente, ante 21,1 kg e 31,6 kg de ATR de um tratamento-padrão.

Já em canaviais paulistas, um dos ensaios executados com Sprint® 50 WG resultou em ganho de 40,8 kg de ATR, 42 dias após aplicado. “Superou a outras importantes tecnologias adotadas. Entre estas, a que mais se aproximou do maturador da Sipcam Nichino gerou ganho de 32,4 kg de ATR”, revela a companhia.

“Sprint® 50 WG pertence ao grupo químico das sulfonilureias e tem como ingrediente ativo o composto ortosulfamuron. Por isso pode ser usado em menores doses. O produto não interfere na brotação de soqueira e não atinge à gema apical, além de evitar florescimento e isoporização”, finaliza a empresa.

Criada em 1979, a Sipcam Nichino resulta da união entre a italiana Sipcam, fundada em 1946, especialista em agroquímicos pós-patentes e a japonesa Nihon Nohyaku (Nichino). A Nichino tornou-se a primeira companhia de agroquímicos do Japão, em 1928, e desde sua chegada ao mercado atua centrada na inovação e no desenvolvimento de novas moléculas para proteção de cultivos.

Veja Mais
Mercados de açúcar fecham semana sem tendência definida...
Café robusta avança com preocupações no Vietnã, mas arábica...
Mercado de soja retrocede em Chicago apesar de alta no trigo e mi...
Prêmios recuam para o milho...
Firmeza dos preços domésticos do trigo mantida pela paridade de...
Produtores rurais podem renegociar dívidas do crédito rural at...
Mapa publica portaria para o processamento de produtos de origem ...
Brasil conquista dois novos mercados para pescados na Índia...
Clima favorece atividades de campo; comprador de milho segue retr...
Queda nos preços da carne suína reflete escoamento fraco...
Mais vistos